Buscar
  • High Clean

Como cuidar de carro antigo: cuidados essenciais para preservar carros clássicos


Ah, o carro clássico! São poucos os objetos capazes de transmitir essa mesma mística e comandar tanto desejo. Cada automóvel vintage carrega em seu design e fabricação um momento da história. Mas é necessário muito zelo para preservar toda essa magia até os tempos de hoje.


A verdade é: a maior diferença entre um carro antigo e um carro clássico é o dono, pois a manutenção deve ser muito mais minuciosa e cuidadosa. Em outras palavras, demanda muito mais amor e dedicação que um carro moderno pois exigem uma atenção diferenciada. Não se busca apenas preservar o bom desempenho do veículo, mas também preservar sua performance original e aparência, nos mínimos detalhes. Manter um automóvel antigo todo original é um verdadeiro desafio, sobretudo se considerado o desgaste natural dos componentes e itens de acabamento com o passar do tempo.


A indústria automobilística mudou com o passar do tempo, mas o funcionamento do seu carro não, então uma série de cuidados precisam ser adaptados quando se trata de automóveis clássicos. Entenda algumas questões fundamentais relacionadas à preservação dessas relíquias automobilísticas:


A importância do exterior


O primeiro impacto que um carro vintage causa é sem dúvida o visual. É difícil vermos um carro clássico todo original passar na rua e não pararmos para admirar. É quando percebemos naturalmente toda a arte envolvida na composição do automóvel. Essa impressão é sem dúvida o anseio de todo proprietário envolvido no universo dos carros clássicos. O exterior é como uma vitrine onde está exposto todo o trabalho investido no veículo.


Pintura


A preservação da qualidade da pintura é uma das principais preocupações por parte do proprietário. É recomendado fazer a descontaminação da lataria antes da lavagem, sobretudo se o veículo ficou exposto à fatores que afetam a pintura, evitando manchas.


Alguns carros antigos tendem a acumular água em alguns pontos, o que deve ser evitado para que não haja dano por corrosão. É também fundamental a aplicação regular de cera para a preservar o brilho e o polimento deve ser realizado com cuidado, usando produtos adequados.


Caso seja necessária uma nova pintura é muito recomendável preservar a cor original, o que confere mais valor ao clássico. O mundo dos carros clássicos é repleto de informações e é possível identificar qual a cor original pesquisando pelo número do chassi.


Detalhamento e acabamento



Outro ponto de atenção no exterior do veículo são os detalhes de acabamento, sobretudo os cromados. Seu desgaste tende a ser muito aparente e, dependendo do modelo, sua substituição pode ser muito difícil. O ideal é preservar cada elemento, usando polidores contra corrosão e evitar o contato com elementos muito abrasivos. Lembrando que todo polimento deve ser feito em um ambiente sem areia ou outro elemento que possa aderir à flanela e riscar o metal.


Mantendo sempre o reservatório abastecido e as palhetas dos limpadores de para-brisa novos, evita-se riscos no vidro. Já as rodas requerem uma boa lavagem e limpeza com limpadores de metal, principalmente após longos trajetos em que a poluição tenha afetado sua aparência.

Interior



Se o exterior é o que chama a atenção, é o interior que encanta. Os estofamentos, acabamento, volante, painel, janelas: cada componente do interior de um veículo tem sua importância e deve ser tratado como tal. Afinal, eles são mais valiosos por serem originais.

A condição de carro clássico significa evitar ao máximo qualquer tipo de sujeira dentro do automóvel. O ideal é fazer uma limpeza completa no interior do carro regularmente.


Os estofamentos são outro ponto de atenção; os em couro devem ser limpos e hidratados de maneira regular evitando o ressecamento e fissuras. Para os em tecido é recomendável a higienização profissional, que tende a retirar profundamente a sujeira acumulada.

Bote o clássico para rodar!


Quem entende de carro sabe: seu veículo vai degradar muito mais se ficar parado. Para preservar o bom funcionamento do motor é preciso colocar ele para funcionar regularmente. Veículos restaurados normalmente passam por um processo de descarbonização do motor. Mesmo assim ele deve funcionar pelo menos uma vez por semana para a circulação do óleo lubrificante.


Por outro lado, dirigir uma relíquia se torna uma responsabilidade. Deve-se evitar manobras bruscas ou que forcem a estrutura do veículo. É importante aquecer o motor antes de sair e conduzir o veículo com cuidado, evitando o desgaste das peças o máximo possível. É preciso estar atento aos freios: carros antigos não usavam freio a disco e sim de lona em sua grande maioria. Nesse caso seu desgaste é mais rápido e sua substituição pode ser mais difícil.


Fazer o carro funcionar regularmente também é importante para conservar a bateria. Ela vai esgotando lentamente mesmo se o veículo não for ligado devido ao funcionamento de uma série de componentes. Para conservar a bateria por períodos mais longos pode-se desconectar os cabos.


Nada mais bonito que ver um carro antigo bem cuidado, com todos os elementos originais!!

Sabemos, entretanto, que a conservação depende principalmente na escolha de quem vai executar.


A High Clean tem expertise no tratamento de carros clássicos, pelo conhecimento ao longo do tempo da história dos mesmos, dos detalhes de cada um deles, e aplica isso com extrema responsabilidade.


Os principais clubes de carros têm parceria com a High Clean, e seus sócios entregam seus “bens preciosos” na certeza do bom resultado.


E quando saem daqui desfilam pelas ruas atraindo olhares encantados!


Traga seu clássico... trataremos dele com carinho!!


www.highcleansp.com.br Rua Nicolau Barreto 22, Brooklin – SP Tel: (11) 2639-2922 | WhatsApp: (11) 93323-2233 Seu carro merece os cuidados High Clean!

5 visualizações0 comentário