Buscar
  • High Clean

Polimento cristalizado: o que é e como funciona?


Existem diversas formas de fazer o processo de manutenção da pintura do carro, como o polimento caseiro, algo simples e que pode ser feito com materiais facilmente encontrados em lojas de produtos automotivos.

O polimento caseiro ou uma limpeza com cera, no entanto, nem sempre são suficientes. Às vezes, é necessário um trabalho mais minucioso como um polimento profissional ou o polimento cristalizado, que além de renovar a pintura do carro, vai deixá-lo brilhando por muito tempo.

No entanto, é importante saber que esse tipo de procedimento não pode ser feito frequentemente. O indicado é que o polimento cristalizado seja feito no máximo três vezes durante toda a vida útil do carro. Porque este é um processo agressivo que, se feito com frequência, irá prejudicar a pintura ao invés de renová-la.


É claro que além do polimento cristalizado, existem outras maneiras de preservar a pintura, retirar manchas, proteger e dar brilho ao seu carro. Entre eles estão o enceramento e o polimento: procedimentos mais comuns que os motoristas têm o hábito de fazer em postos e funilarias.

O polimento cristalizado, por sua vez, vai um pouco além desses exemplos e precisa ser feito com profissionais especializados para garantir que a  pintura do carro não seja colocada em risco.

Os cuidados com o automóvel também protegem a pintura


É importante ressaltar que, se não há cuidados essenciais com a pintura do carro, o polimento cristalizado pode ser um processo inútil. Por isso, é importante evitar deixar o carro exposto ao sol ou usar capas automotivas (caso isso ocorra) e, sempre que possível, limpar imediatamente dejetos de pássaros, além de zelar pela higiene do automóvel para garantir sua boa conservação.


O que é o polimento cristalizado?


O polimento cristalizado é um método de manutenção de pintura que consiste na aplicação de uma espécie de resina que tem a função de formar uma camada protetora sobre a pintura do carro, evitando riscos por um determinado período. Essa aplicação precisa ser feita com produtos adequados e especializados para cada pintura e cor, de modo que não cause estragos.

Algumas pessoas têm dúvidas sobre o que o polimento cristalizado pode causar na pintura do carro, contudo, é importante ressaltar que a aplicação desse tipo de resina não modifica a estrutura molecular responsável pela coloração do veículo, nem a do verniz, responsável pelo brilho da pintura.

Portanto, pode ficar sossegado: os produtos aplicados sobre a lataria não causam nenhum tipo de reação química à pintura do carro. Se o polimento cristalizado for feito corretamente o único resultado será o carro brilhando e protegido.

Quando devo fazer um polimento cristalizado no meu carro?


Uma das indicações de aplicação do polimento cristalizado é em carros novos, porque mesmo possuindo aquele brilho intenso de fábrica e o aspecto de carro zero quilômetro, pedrinhas do asfalto e poeira, entre outros, podem causar danos iniciais ao veículo. Assim, o processo é indicado como forma de prevenção de possíveis agressões na coloração de fábrica do veículo.


Quando o assunto é polimento cristalizado para carros seminovos ou usados, sua vantagem é a valorização para esses automóveis. A aparência de carro novo traz muitos benefícios, principalmente para quem está pensando em revender o carro, pois as pequenas imperfeições são corrigidas, inclusive os pequenos riscos, que também podem ser reparados com a micro pintura.

Já para carros antigos, é necessário fazer uma análise prévia da pintura do veículo. O polimento cristalizado é um método tecnicamente caro, por isso, se a pintura estiver muito gasta e prejudicada, esse procedimento não é indicado já que não ocorrerão grandes mudanças. A dica aqui é consultar um especialista antes de tomar uma decisão.

As vantagens e desvantagens do polimento cristalizado

Aparentemente o polimento cristalizado é maravilhoso a primeira vista, mas é sempre importante colocar na balança alguns pontos para evitar arrependimentos posteriores ou gastos desnecessários com a pintura do carro.


É claro que há muitas vantagens em optar por esse tipo de polimento, já que além de realçar o brilho natural do carro e da pintura, ele garante maior durabilidade à ela. A camada de resina que é aplicada protegerá seu veículo contra pequenos riscos e outras agressões que a tinta original passa cotidianamente.


Destacamos também a grande durabilidade que o polimento cristalizado oferece: cerca de seis meses, fazendo as manutenções indicadas, como lavagens e enceradas periódicas.


A desvantagem do polimento cristalizado é que em alguns casos não é possível remover riscos e manchas. Nesses casos talvez só micro pinturas, funilaria específica ou martelinho de ouro serão a solução, por isso é importante consultar com um especialista neste tipo de polimento.


[Fonte: Minuto Seguros]

49 visualizações0 comentário